3 de out de 2013

O que significa a expressão "abertura de capital” de uma companhia?



Hoje vamos começar uma série sobre a abertura do capital de uma sociedade e analisaremos o seu conceito, viabilidade requisitos, vantagens e desvantagens.

Inicialmente, deve se fazer a distinção entre o que é uma companhia aberta e o que é uma companhia fechada. Para tanto, recomendamos a leitura de outra matéria nossa (clique aqui). A principal característica é que nas abertas, seus títulos são negociados em bolsas de valores e outros mercados de balcão, com intuito de captar recursos junto ao público. No caso das sociedades anônimas fechadas, estas não negociam seus títulos nas bolsas de valores ou em mercados de balcão, somente de forma privada.

Assim, quando uma companhia pretende “abrir seu capital”, resumidamente, isso quer dizer que ela pretende deixar de ser uma sociedade fechada (com seus títulos circulando particularmente) e ser uma empresa que negocia seus títulos abertamente.

Normalmente, a decisão de abrir o capital está diretamente relacionada com a necessidade de captar recursos daquela companhia. Ou seja, a sociedade entende ser mais interessante buscar dinheiro no mercado - através da venda de suas ações - do que um eventual financiamento e/ou endividamento bancário.

Ademais, embora, erroneamente, as pessoas pensem que a abertura de capital é algo somente para grandes companhias, isto não procede. Todos os tamanhos de companhias podem abrir o seu capital. O único ponto a ser destacado é o estudo de viabilidade daquele projeto e avaliar se ele compensará, financeiramente, mais ou menos que um eventual empréstimo bancário!


Na próxima semana, abordaremos as principais vantagens da abertura de capital! Não percam!

Para maiores informações, procure sempre um advogados especializado.

Receba nossa matérias por email! Faça parte de nosso mailing list, inscrevendo-se no link ao lado!

Siga nosso Twitter @AdvCaetano ou curta nossa página no Facebook!

Nenhum comentário:

Postar um comentário